terça-feira, 1 de setembro de 2015

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

UM TIME DE OPERÁRIOS

Fala rapázi,

O título da postagem não é meu, mas sim do Marquinhos, que assim definiu a equipe do Avaí que venceu uma partida importantíssima, diante de um time do G4.

Tenho falado aos amigos que o problema do nosso time não é disposição tática, nem preparo físico, mas sim de técnica.

Longe de desrespeitar os atletas, é notório que não temos nenhum craque, aquele que vai fazer a diferença, aquele que quando pega a bola a torcida já se empolga. O grupo é mediano, afinal a distribuição desigual de cotas de televisão, aliada ao saneamento financeiro na Ressacada não nos permite grandes sonhos.

Mas também não temos um elenco ruim. E o jogo de sábado mostrou isso. Parece que o Kleina encontrou uma boa formação: uma chance para o Diego (que nos deu apenas um susto), a boa dupla de zaga, Adriano que jogou muita bola, com Tinga saindo infinitamente mais rápido para o jogo do que o Eduardo Neto, Marquinhos voltando a comandar o meio-campo e botando o Pablo para correr. 
Esse time marcou e correu muito. Fez um gol na base da vontade do André Lima e segurou o resultado.

Enfim, um time de operários, como disse o M10, que se continuar com essa disposição garante a permanência na Série A.

Abs, Marcelo

quarta-feira, 29 de julho de 2015

PROPOSTAS INDECENTES

Fala rapázi,

A semana começou agitada por conta da proposta de venda de mando de campo, na qual o Avaí embolsaria a bagatela de R$ 700.000. Tentador. Muito tentador para um clube com orçamento curto e uma cota de televisão ridiculamente mais baixa que a maioria dos rivais. Lembrou o filme "Proposta Indecente".

Mas além do dinheiro, estava também em jogo outra coisa: o resgate da credibilidade da torcida Avaiana, maltratada em 2010, quando os ingressos e as mensalidades subiram bastante depois de uma boa campanha no ano anterior. Um "sim" nesse momento poderia ser o início de uma debandada de torcedores na metade do campeonato.

A diretoria do Avaí optou por se manter fiel ao seu torcedor, diferente de outros clubes, mesmo deixando de lucrar meio milhão de reais num jogo. São nesses momentos que a paixão supera a razão. Mas futebol não é isso?

De outro lado, também nesta semana noticiou-se a assinatura de contrato de três empresários que passam a gerir o clube do continente. Daí nos questionamos: se esta mesma proposta aportasse no lado de lá da ponte, a recusa seria imediata? Por mais que um dos sócios cotistas de lá tenha dito que também não aceitaria, tenho minhas dúvidas porque ele não decide mais sozinho e nem mesmo com a emoção. Quem chegou, chegou para lucrar.

Qual modelo terá sucesso? Não sabemos. O que sabemos é que os Avaianos acordaram de alma lavada e os coirmãos ressabiados.

De nossa parte, resta fazer agora o dever de casa: além de estar presente não só no dia 8, mas também nos demais jogos, fazer um esforço para se associar ao clube.

Abraços,
Marcelo
@MGSilva_

segunda-feira, 6 de julho de 2015

MAIS UM PRA CAIXINHA

Fala rapázi,

Apesar da ingenuidade do Jubal, NÃO FOI PÊNALTI.

Abs, Marcelo


segunda-feira, 15 de junho de 2015

DE CABEÇA ERGUIDA

Fala rapázi,

De clássico a gente não pode esperar nada. Qualquer resultado é possível.
Ontem, debaixo daquela chuva, daí mesmo é que tudo poderia acontecer. Infelizmente, o tempo prejudicou o futebol mais veloz e habilidoso do Avaí e acabou favorecendo a truculência e a retranca do outro lado.

Some-se a isso uma péssima, horrível, ridícula arbitragem que desde o começo já mostrava que estava perdida.
André Lima leva um chute no rosto (que lhe renderá pontos) e recebe um amarelo. Renan dá um carrinho só na bola e leva um amarelo que lhe tira do próximo jogo.
Ainda teve o lance da imagem abaixo. Escolhe onde queres o pênalti.

Mas a cereja do bolo foi o pênalti mais do que escandaloso não marcado em favor do Leão.
Se o assoprador de apito estivesse longe, encoberto ou o lance não fosse o da bola, ainda se poderia pensar no assunto, mas foi em cima justamente do jogador que receberia o passe. Imperdoável.



Sobre os assuntos fora de campo, acho que é tempo de acabar a diplomacia da Diretoria Avaiana com o outro lado. Cada um que cuide do seu.
O episódio de não entrar com as camisas da campanha pela paz, de não acolher a luta contra o trabalho infantil, porque um jogador deles teve uma medida judicial deferida contra si, mostra a índole do arrendado.

Foto da Jamira, claro

Mas o Avaí sai do clássico de cabeça erguida, em 9º lugar, sendo o melhor classificado entre os catarinenses. Agora é trabalhar durante a semana para fazer um bom jogo contra o líder São Paulo.

Abraços,

Marcelo

segunda-feira, 2 de março de 2015

SAIU A TABELA DO BRASILEIRÃO!

Fala rapázi,

A CBF acaba de divulgar a tabela do Brasileirão.
Nosso início será bem tranquilo: Santos, Inter e Flamengo (rsrsrs).
Confira a tabela aqui e agende a sua viagem.

Abs, Marcelo

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

MUITA CALMA NESSA HORA

Fala rapázi, 

Escrevo essas linhas correndo o risco de errar feio, mas é o preço que se paga.
Tenho lido de tudo sobre essas primeiras quatro rodadas: já tem gente querendo derrubar o Geninho, tem quem queira desmontar o elenco e ainda aqueles que já rebaixaram o Avaí. 
Não, não fiquei feliz com o desempenho do time nesse início de temporada,  mas sinceramente, estamos longe de um desastre.
Vamos aos fatos.
Pegamos 3 times grandes e mais o Atlético fora. Tabela murrinha.
Temos goleiro.  Apesar do Vagner ainda precisar de mais confiança, ninguém discorda que é um bom defensor.
As laterais, no atual esquema, são ponto fraco.
A zaga tem demonstrado bom desempenho, com Jéci, Ronaldo Alves e Philipe Maia. Alem disso, temos o Antônio Carlos para estrear.
Outro que em breve entrará em campo é Eduardo Costa.
Na armação, esperamos ansiosos a volta de Marquinhos, suspenso pelo soco que deu em um colega de profissão. O galego tem talento de sobra para botar Rômulo para correr.
Na frente, Anderson Lopes vem subindo de produção e André Lima está recuperando a forma física. Ainda temos Roberto cumprindo suspensão. 
É um time ruim para o estadual?  Claro que não.
Ganhando o Metropolitano as coisa voltam ao lugar e a paz dará folga pro Geninho acertar o time, apesar de muita torcida contra.

Abraço, 
Marcelo

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

VAMOS COMEÇAR O CAMPEONATO?

Fala rapázi,

Escuta aqui ó: empatar lá em jec foi um bom resultado. Empatar com o criciúme em casa, apesar de não ser bom, até se admite. Mas na terceira perder para um atlético hermanedwikujhiro normalzinho (sem Brasão ou Xipote), não dá. Está na hora de começarmos o campeonato.

Ontem achei os laterais bem apagadinhos (o futebol do Pablo foi ridículo). A zaga esteve bem. O meio sem criatividade e o ataque esforçado. O conjunto não agradou.

Outro destaque negativo foi o Eduardo Neto. Após ser expulso na estréia, ontem jogou mal, levou um amarelo, depois deu um bagão ridículo e ao ser substituído teria (segundo a televisão) jogado a braçadeira no chão. Para lá. Quem és tu, meu caro? Como diz o mané: menas, menas.

Está certo que se classificam seis equipes e ainda temos seis jogos pela frente, mas é importante vencer para embalar. Quinta é contra a Chapecoense que vem com aproveitamento 100%. Excelente hora para uma vitória.

Abraço,
Marcelo

PS: Dizem, eu não confirmo, que as vitórias não estavam vindo porque a Jamira estava nos Estados Unidos, negociando reforços com a Liga Americana. Agora que nossa fotógrafa internacional voltou, já podemos somar os 3 pontos.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

RAPIDINHAS DO PITACO

Fala rapázi,

Passando adijero só pra dizer que o resultado de domingo foi muito bom. Pegamos o campeão da série b, lá em jec, saindo atrás do placar, tendo um pênalti roubado e dois jogadores expulsos. Querias o que, ô? Aliáx, o que teve de gente querendo desmontar o time inteiro no primeiro tempo foi uma grandeza. Calma, rapázi.

Escutaqui, quinta o jogo é na Ressacada às 7 e meia da noite, hein? Já avisa pro patrão que vais sair mais cedo. Acho que vai ser mais fácil porque pegaremos time de segunda divisão.

E o cocoirmão? Que sufoco pra ganhar do Atlético Rérmam kjwshgfpkjhersugfh. Coisorrorosa...

A vaquinha pro Adão continua. Recebemos depósito até de Barcelona, do nosso pitaqueiro e enviado especial Rafael Lima. Tamu chique, ô. Agora te coça e vem ajudar.

Quem vai pagar o cervejal de aniversário hoje é o pitaqueiro Mauro Canto, o papai do ano, que está montando uma creche com produção própria. Quem quiser pode chegar na festa. Parabéns, amigo. Muita saúde e felicidades.

Abraço,
Marcelo

sábado, 31 de janeiro de 2015

VAI COMEÇAR, RAPÁZI!!!

Bom dia, rapázi!!!

Estamos de volta para mais um início de temporada. É domingo que o ano do Avaí começa com o Estadual que promete ser um dos mais disputados dos últimos tempos. São 4 clubes de série A, mais o Criciúme e aqueles que sempre incomodam.

Nosso time ainda não é o esperado. Temos atletas suspensos em razão do clássico do ano passado (o que é na minha opinião não é mais admissível) e outros ainda adquirindo a melhor forma física. Mas é com esse time que vamos em busca do 17º título.

Já o nosso reencontro com a Ressacada é na quinta, às 19:30.

A nova camisa está linda. Sócio tem desconto na compra. Apesar de eu achar que o lançamento ficaria melhor se aberto para toda a torcida, mas há compromissos comerciais.

O Bistrô do Adão está quase voltando. Isto está sendo possível porque o CEO Adão abriu o capital e lançou ações na bolsa. A galera de fé já comprou alguns lotes e estamos quase chegando à meta (uma carretinha usada e um toldo). Quem quiser colaborar deixe um comentário.

Abraços,
Marcelo
@MGSilva_ 



sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

ELE QUER VOLTAR!!!

Fala rapázi, 

Faz algum tempo que os arredores da Ressacada não são os mesmos. 
Nosso grande amigo Adão teve que se ausentar no ano de 2014.


Mas agora o velho guerreiro quer assumir novamente o Bistrô mais disputado do sul do mundo.


Se algum patrocinador quiser ajudar a reerguer o Pub, por favor nos comunique para que possamos viabilizar.


Mais detalhes em breve.
Abs, Marcelo. 

domingo, 30 de novembro de 2014

TUDO ESTÁ NO SEU LUGAR

Faaaaaaala rapázi,

É quase impossível para todos nós descrevermos o que foi acompanhar esse Avaí e Vasco.

Antes de mais nada é importante dizer que fomos ao jogo. Se o jogador a ou b não estava comprometido, se o Avaí andou perdendo, se o filho do Geninho vai casar, fazer crisma ou o escambau, não importava. O Leão estava em campo em jogo decisivo e eu não perderia isso por nada.

Era difícil? Sim. E muito. A começar por vencer o Vasco, que bem ou mal com um golzinho enterraria nossas esperanças. Além disso torcer por dois tropeços de times cujos adversários não tinham mais motivação no campeonato.

Foto da Jamira
Mas os jogadores deram seu melhor. Vagner foi um gigante, novamente. Marrone e Eduardo Costa cumpriram suas funções. Eltinho correu demais. A dupla de zaga manteve a regularidade. Roberto fez uma ótima partida. Anderson Lopes brigou na frente. Marquinhos? Marquinho dispensa apresentações. Se não tem aquela velocidade, tem inteligência de sobra. É a cara do Avaí.

Geninho é um capítulo à parte. Com sua fala mansa, sem esconder nada, simplifica o futebol. Tem suas convicções que por vezes não concordamos, mas quem não as tem?

A torcida apoiou o jogo inteiro. Vibrando a cada gol também fora da Ressacada. Difícil descrever. Que festa!

Mérito também a essa diretoria que assumiu a menos de um ano, saneou as contas, colocou os salários em dia, celebrou contratos curtos e nos brinda com o acesso. Parabéns, Nilton, Batistoti, e Chico Lins. Vocês ouviram muitas besteiras. Comemorem!

O AVAÍ ESTÁ NA SÉRIE A! 

Abs, Marcelo